O que seu professor quer ver no seu estudo de caso de arquitetura?

Ao longo da vida profissional os estudos de caso são uma ferramenta importante para os arquitetos. Geralmente, costuma-se realizar estudos de caso na etapa pré-projetual, no entanto, pesquisar referências pode ser uma prática que atravessa todas as etapas de seu projeto.




No curso de arquitetura a solicitação pela realização de estudos de caso é uma constante que se repete em (praticamente) todas as disciplinas de projeto. Entretanto, como professora, passei a observar que os alunos estão realizando esta etapa de uma forma cada vez mais mecânica e burocrática, sem aproveitar todo o potencial de aprendizado envolvido.


Este comportamento acaba se repetindo por diversos semestres, e ao chegar no TCC, acabamos encontrando vários estudos de caso ali, "perdidos" no texto, meras descrições de edifícios que tem uso semelhante ao proposto. Você perdeu tempo reunindo aquelas informações e construindo aquele texto que poderia ser lido no próprio site do(a) arquiteto(a), e eu perdi tempo lendo um texto que não tem relação com o trabalho que estou avaliando. Enfim, um desperdício...


Parei para refletir e percebi que talvez falte orientação para se entender as verdadeiras razões de você estar fazendo este exercício e resolvi aproveitar este espaço para listar uma série de aspectos que eu e meus colegas esperamos encontrar em um estudo de caso realizado pelos alunos. Eu espero que isso possa ajudar (a todos nós).

 

A gente quer saber o "por quê" você escolheu este estudo de caso


É muito frustrante quando percebemos que o/a estudante apenas analisou o primeiro projeto que encontrou na busca do "google". A escolha de um edifício para se estudar deve ser cautelosa e ter um PROPÓSITO.


Pesquisar um edifício que possua um uso semelhante ao que você está projetando costuma ser o primeiro passo desta jornada. Mas, eu gostaria, que antes de acessar o site de sua preferência, você tirasse alguns minutos para pensar.

Dentro do seu repertório existe alguma obra que pode te ajudar de alguma forma em seu novo projeto? Uma solução estrutural, um conceito, uma linguagem estética... Precisamos parar de achar que estudo de caso só serve para elaborar programa de necessidades!

Construir um repertório de arquitetura vai te ajudar a projetar melhor e a fazer escolhas mais interessantes de estudo de caso, então sempre busque conhecer novas obras mesmo quando isso não for uma demanda acadêmica.



A gente quer perceber sua visão crítica da obra


Por melhor que seja seu poder de síntese, não é interessante perceber que o estudo de caso de determinado trabalho é somente um resumo descritivo de uma obra que você acha que tem relação com seu trabalho. Evidente que algumas informações são indispensáveis:

  1. Autoria;

  2. Local e data da construção;

  3. Uso;

  4. Status da construção (concluída, em andamento, demolida...);

  5. área construída.

Mas isso pode ser dito em apenas um parágrafo! Levantar estas informações não é o bastante. Ao ler uma análise deste tipo esperamos perceber que o aluno compreende aquela obra para além do que é dito no site do(a) autor(a). Atente para identificar em seu texto:

  1. O conceito e o partido da obra;

  2. A relação do edifício com o contexto;

  3. A forma como os setores se articulam;

  4. Os materiais utilizados;

  5. Como a luz natural se comporta na edificação;

  6. Como foi pensado o conforto térmico e acústico;

  7. As formas de acesso ao edifício;

  8. A relação desta obra com outras que estão em seu repertório;

  9. E tudo aquilo que você acredita que vão te ajudar para elaborar a sua proposta!


A gente gostaria que você visitasse o local

Calma! Eu sei que nem sempre isto é possível! Às vezes, a obra fica em outra cidade, estado, país, ou a entrada é super restrita, ou estamos vivendo uma pandemia e o melhor é não sair de casa. Ok! A gente entende...


Mas, se puder, visite! Mesmo que não seja AQUELE super exemplar da arquitetura, a visita a um edifício que tentou solucionar um problema igual ou parecido com o que você quer solucionar com sua proposta é sempre uma experiência enriquecedora e de aprendizado.


A minha sugestão é que você SEMPRE entre em qualquer edifício com olhar de arquiteta(o). Observar aquela listinha acima pode ser uma opção! Depois que você visita locais com olhar crítico fica muito mais fácil resgatar referências em seu próprio repertório.



 


Como qualquer atividade acadêmica é importante que você aproveite sua realização para extrair algum aprendizado desta experiência. Então, no fim das contas o que seu professor quer ver no seu estudo de caso é a sua evolução. :)